Prefeitura Paulínia Prefeitura de Paulínia
  • ReplanReplan
  • Vista aérea da cidadeVista aérea da cidade
  • Empresas na cidadeEmpresas na cidade
  • Paço MunicipalPaço Municipal

  

Notícias

  




EMPREGO E RENDA

 04/05/2017  - Com 19 milhões em investimentos, obra do Senai é retomada em Paulínia

Construção estava parada há 2 anos; retomada gerou 110 vagas diretas de emprego


EMPREGO E RENDA



Editor HTML Online

Com mais de R$ 19 milhões em investimentos, a obra de construção do Centro de Formação Profissional do Senai em Paulínia foi retomada na última terça-feira, dia 2, e deve ser entregue no prazo de um ano.

Para Rui Rabelo, secretário de Desenvolvimento Econômico do município, a nova escola surge como uma importante ferramenta na luta contra o desemprego.

“Viabilizar a retomada desta construção é uma grande conquista a ser comemorada. Dentro de um ano, teremos em Paulínia um Centro de Formação Profissional com capacidade para atender cerca de seis mil alunos anualmente. Investir em qualificação e capacitação de mão de obra é condição fundamental para melhorarmos os índices de desemprego na cidade”, ressalta Rui.

Com a retomada das obras, que estavam paradas há cerca de dois anos, a cidade foi beneficiada com a geração de 110 vagas diretas de emprego. Os profissionais da área de construção civil já estão sendo contratados por meio do Programa Emprega Paulínia. A garantia de contratação de mão de obra paulinense é fruto da parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e a empreiteira Nasman Engenharia, responsável pela execução da obra.

“No último dia 25, nos reunimos com representantes do Senai e da Nasman para garantir que as 110 vagas geradas com a retomada das obras fossem destinadas aos moradores de Paulínia. Colocamos toda a nossa estrutura à disposição e, felizmente, obtivemos sucesso em mais esta parceria”, afirma Rui Rabelo. Os profissionais serão contratados em etapas, de acordo com o andamento da obra.

Segundo Rui, a cidade também será beneficiada com a geração de aproximadamente 300 vagas indiretas de emprego. “Trata-se de uma engrenagem onde a geração de emprego e renda figura como uma das principais peças. A recolocação de mais 110 pessoas no mercado de trabalho faz com que essas famílias recuperem o seu poder de compra e, consequentemente, voltem a consumir em lojas, restaurantes, supermercados e etc. Com o aumento do movimento, os empresários e comerciantes veem a necessidade de contratar mão de obra”, afirma.

O novo Centro Senai de Formação Profissional vai oferecer cursos para atender os segmentos de petróleo e gás, mecânica, eletricidade, caldeiraria e solda. A conclusão da obra está prevista para abril de 2018.