Prefeitura Paulínia Prefeitura de Paulínia
  • Ipês na CidadeIpês na Cidade
  • ReplanReplan
  • PauliniaPaulinia
  • Vista aérea da cidadeVista aérea da cidade

  

Notícias

  




Dia Internacional da Mulher

 10/03/2017  - Palestra sobre direitos da mulher encerra semana de atividades em Paulínia




Dia Internacional da Mulher



Nasegunda-feira, dia 6, o Lions Clube e o Rotary Club de Paulínia promoveram CháBeneficente para debater o papelda mulher na sociedade.

Na terça, dia 7, o CRAS João Aranha e o CREASdo Jardim América também tiveram atividades voltadas para o tema. Naquarta-feira, das 14 às 18 horas, o Paço Municipal recebeu a Oficina da Beleza.

Na quarta-feira pela manhã, o CRAS Monte Alegre teve dança e atividades emgrupo para também debater o papel da mulher na sociedade.


Já na noitedo dia 8, a Sala de Imprensa Carlos Tontoli foi palco da palestra “Direitos daMulher – Uma viagem no tempo”, ministrada pela 1ª Delegada da Mulher de Campinas,Terezinha de Carvalho.

No evento, que reuniu cerca de 100 pessoas, a palestrante trouxe à tona ocenário que envolve a violência contra a mulher no Brasil. De acordo com Dra. Terezinha,a cada 15 segundos, uma mulher é espancada no país.

Após a exibição de um vídeo sobre o tema, os participantesconheceram um pouco mais sobre a história da luta das mulheres pela conquistade direitos no decorrer dos séculos.

O objetivo da palestra foi despertar o interesse da populaçãoquanto a necessidade do reforço de políticas públicas voltadas para o tema ecriar debates sobre a engajamento da sociedade no combate a atos criminososcometidos contra mulheres.

Para Edileide Guardiano, a palestra foi de grande importância. “Foramabordados temas que, infelizmente, muitas mulheres desconhecem: sobre nossos direitose valores. Hoje, saio daqui muito realizada e, com certeza, daqui para frente, enxergandoum pouco além do que eu enxergava como mulher”, afirma.

A servidora Vilma Lacerda, que há mais de 20 anos atua na área daSaúde no município, reforça que este é um tema que precisa ser debatido. “Trabalhono atendimento pré-hospitalar da cidade há muitos anos e convivo diariamentecom a violência contra a mulher. Todos os dias chegam até nós mulheres agredidaspor seus namorados, maridos ou familiares e nós sentimos na pele o quanto elassofrem. É muito importante termos alguém para levantar este tema para que,assim, as pessoas vejam que realmente isso existe e que está muito perto de nós”,declara.

A cientista social Flávia Vitalina de Souzadestaca que a palestra foi de grande valia por abordar aspectos históricos em relaçãoaos direitos da mulher. “Passamos por conceitos da era cristã, citando também oislamismo e por conhecimentos da antiguidade”, ressaltou.

Flávia destacou ainda que gostou do modelo descentralizado das atividadesrealizadas durante a Semana da Mulher. “Esteano as programações trouxeram diversos eventos, realizados por diferentes instituiçõesdo município e conseguiu conversar com diferentes locais e classes sociais. Éum marco muito positivo para a história de nossa cidade”, finalizou.